Pesquisar

28 de mar de 2013

Engenharia Social - Uma abordagem geral

Engenharia Social é o estudo que segue o método de construção de um raciocínio, visando burlar algum padrão ou método de agir e ser, seja ele desde uma simples conversa a um sistema de segurança de uma grande corporação (toda a parte de segurança da informação física em si, pode-se dizer). Para isso é necessário que o indivíduo a efetuar esses "ataques sutis" estude muito o modo no qual se usa a fala, movimentos corporais,  psicologia de ação-reação e de como lidar com as pessoas. Um engenheiro social nato é também um mentiroso nato, não porquê mente muito, mas porquê sabe mentir de tal forma que possa convencer o ouvinte apenas uma vez ao escuta-lo. Mentindo friamente e com convicção daquilo que diz, acreditando profundamente na mentira dele, ele consegue a confiança do ouvinte. É diferente da frase de Hitler que diz: "Uma mentira dita cem vezes, torna-se verdade um dia", ao contrário de "cem vezes", é dita uma só por um engenheiro social com prática, e logo se acredita nessa mentira.
Nota-se também grandes habilidades em fazer amigos, falar em público, convencer pessoas e ler muito sobre determinados assuntos. Engenheiros sociais, em sua maioria são pessoas críticas, determinadas e esforçadas, capazes de argumentar e contra argumentar, e provar que a pessoa está errada, mesmo que os argumentos não tenham valor algum (as mentiras), usando pura falácia. É fortemente capaz de analisar as possíveis reações e desenvolver argumentos para resolve-la antes mesmo delas acontecerem. Ciberneticamente, agem roubando senhas sem invadir nenhum sistema, criando spams fraudulentos, e fazendo anúncios chamativos, mas nem todos maliciosos.

Ex. de Engenheiros sociais: Kevin D. Mitnick, Adolf Hitler, criadores de spam, e não pode deixar de citar os pastores de algumas igrejas, que ganham de centenas a milhares de reais em um dia, e alguns políticos que vendem votos e mentem para o povo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário